BlogSITE RJP =CIDADEESPERANCA7 - A FOLHA DA REGIÃO - PORTAL ESPERANÇA DO VALLE : Cientistas descobrem como matar as células do câncer de fome

O RJP e o ENA COM VOCÊ NO WHATSAPP 74 9125 1777

AFR/RJP e o ENA COM VOCÊ NO WHATSAPP 74 9125 1777 - LIGUE PRÁ GENTE: 74988011251

Cientistas descobrem como matar as células do câncer de fome

Cientistas descobrem como matar as células do câncer de fome

Uma equipe de investigação europeia conseguiu matar de fome células de câncer do fígado, através do bloqueio de uma proteína que é essencial para a proliferação da doença. Uma descoberta que abre a porta a novas formas de tratamento.

A pesquisa, realizada na Escola Politécnica Federal de Lausana, na Suíça, foi publicada no jornal científico Genes & Development.

Segundo os autores do estudo, o procedimento é baseado na ideia de que “vários tumores desenvolvem uma dependência da glutamina para apoiar a proliferação celular descontrolada” – ou seja, as células cancerosas alimentam-se de glutamina para se multiplicarem.

Os investigadores descobriram que uma proteína chamada “receptor de fígado homólogo 1” (LRH-1) é a responsável pela digestão da glutamina em pequenas moléculas, que são então avidamente consumidas pelas células hepáticas cancerosas.

O LRH-1 coordena “vários genes-chave que estão envolvidos no metabolismo da glutamina”, explicam os investigadores, constatando que este receptor “impulsiona o desenvolvimento de tumores no fígado ajudando as células cancerosas a converterem glutamina em moléculas que são directamente necessárias para a proliferação”.

Deste modo, “bloquear o LRH-1 leva as células do câncer a morrerem de fome e reduz consideravelmente o desenvolvimento de câncer do fígado em ratos, enquanto preserva células normais”, concluem os cientistas da EPFL.

“Encerrar esta via, inibindo o LRH-1, anula a utilização da glutamina como combustível e leva as células cancerosas a uma tremenda angústia metabólica“, explica à EurekAlert! o investigador Pan Xu, da Universidade de Maryland e autor principal do estudo.

Os cientistas ainda descobriram que bloquear a função deste receptor também funciona como uma protecção contra o desenvolvimento do cancro do fígado.

Estas conclusões abrem assim, a porta para novas formas de tratamento do cancro do fígado, podendo, nomeadamente, levar ao desenvolvimento de medicamentos eficazes contra a doença.

Esse passo já está em curso, havendo a expectativa de que a descoberta possa também ajudar a tratar outro tipo de cancros – nomeadamente do pâncreas e dos ovários, onde o receptor LRH-1 também existe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário